telefone.

Ela me ligou.
Ela me ligou duas vezes na mesma semana,logo pra mim que já não estava acostumada com tanta atenção. Muito menos por telefone,onde só pode existir o frio,o distante,a ausência de um rosto pra ser lido... me deixando totalmente sem armas,vulnerável,a mercê da minha falta de habilidade de demonstrar interesse,de ser sincera,de ser amiga.E o pior é que eu queria ter sido aquilo tudo,naquele instante,com aquela pessoa, mas eu não consegui,e ela não me ligou mais.
Não existe mais segredos entre nós,porque não compartilhamos mais isso... existe apenas o medo de uma ser mais amiga da outra,de contar mais segredos para a outra, e não receber o mesmo em troca.Não chega a ser falta de confiança... mas sim falta de cúmplicidade.. é como quando a gente quer ser amado primeiro pra depois amar,é mais seguro,e até mesmo indolor.
Mesmo não podendo saber se nesse caso estou sendo amada primeiro... eu ainda gosto dela,ela que já foi metade de mim.. e agora já nem sei se chegar a ser 1/3.
Crescer dói,amar também.

Comentários